O vôo do chef

Blog gastronômico

Archive for março 2011

Um lugarzinho chamado La Palma!

with one comment

Que São Paulo é capital nacional Gourmet, ninguém pode questionar! Existem lugares para comer, comprar produtos de cozinha e ingredientes para os seus pratos como em nenhum outro lugar do nosso País! Visitar o Mercado Municipal para as compras de frutas, legumes, azeites, queijos, peixes e outros, além de poder degustar um pastel de bacalhau ou um autêntico sanduíche de mortadela Ceratti no mezanino, não tem preço! Passear em um sábado de manhã pelo Bairro da Liberdade para comprar produtos orientais e aproveitar a feirinha semanal, também não tem preço! Percorrer a Rua Paula Souza, pertinho da Rua 25 de Março, de loja em loja, procurando itens para a sua cozinha, a preços muito mais interessantes do que as lojas gourmet, é fantástico! Escolher uma, entre tantas, feiras livres e ainda comer um legítimo pastel de feira. Ir à Casa Santa Luiza, nos Jardins, onde não sei se é um mercado gourmet, um empório ou supermercado. É uma viagem, produtos maravilhosos do mundo inteiro em um espaço amplo, moderno e que te abre o apetite! Eu adoro ir à casa Santa Luzia e apesar de as pessoas falarem que é tudo mais caro, perto dos preços de Brasília não são! Logo quando você chegar vai tomar um susto pelo preço do estacionamento coberto. Mas fique tranquilo, o preço é só para assustar os transeuntes próximos. Quem faz compra lá, não paga. Eu acho que estou morrendo de saudades de Sampa, enquanto digito as letras aqui neste blog, o meu cérebro me encheu com uma viagem de imagens, odores e sabores. Estou até com a boca aguando! Esta é apenas uma pequena amostra do que você pode degustar em Sampa.

Mas em Brasília tem um lugarzinho chamado La Palma! Graças ao esforço do Rogério, da Mari e de suas duas filhas a Kiki e a Paula. Conseguimos em um único lugar, desfrutar da São Paulo Gourmet. No La Palma, podemos encontrar um pouquinho do Bairro da Liberdade, um pouquinho do Mercado Municipal, um pouquinho da Casa Santa Luzia e de tantos outros lugares do mundo! Os mais diversos ingredientes para o preparo daquele prato que você tanto deseja fazer, você provavelmente deverá encontrar no La Palma, mas se por um caso não tiver, não tem problema! O pessoal da casa vai se esforçar para encontrar para você! No La Palma ainda você vai encontrar um ingrediente difícil de achar, a SIMPATIA dos donos e de sua equipe muito bem treinada! Vai ainda poder aprender a fazer algum prato ou descobrir como se usa aquele ingrediente diferente. A Mariko ou Mari, como tantos a conhecem, como boa japonesa, poderá ajuda-lo com as receitas orientais. O Rogério é um Gourmet inveterado, um estudioso de coração, além de cursos que faz para se aperfeiçoar na arte de cozinhar, viaja o mundo experimentando novos sabores e também poderá te auxiliar em alguma receita. Realmente, além de poder comprar ingredientes de qualidade superior, o La Palma é um lugar muito gostoso de passar algum tempo.

O La Palma está em 2 endereços, a matriz na SCLN 404 bloco D e a filial na SCLS 413 bloco B.

Família que trabalha unida, se diverte unida!

Você poderá conhecer um pouco mais deste lugar, da sua história e descobrir uma receita legal em www.lapalma.com.br .

Boas Compras!

 

Anúncios

Written by ovoodochef

março 26, 2011 at 3:06 pm

Publicado em Dica

Filet ao molho de vinho do Porto

with 2 comments

Hoje é um dia muito especial na minha vida, faz 20 anos que casei com uma pessoa fantástica! A minha querida esposa Ana Cristina. Estes 20 anos, passaram muito rápidos, foi uma verdadeira montanha russa, adrenalina pura, emoções fortes!  É muito bom poder olhar esta trajetória e ver como foi bom! Cheia de amor, aprendizado, parceria, carinho, cumplicidade, companheirismo e tesão! E bom também ver que este relacionamento nos deu 2 criaturinhas fantásticas! A  Iza e o João. Às vezes me perguntam qual é o segredo para se viver bem há tanto tempo, eu respondo que não existe receita mágica, pois não basta ter amor, tesão, grana, cumplicidade etc! O dia a dia é PHoda, corrompe, destrói. Eu falo que você tem que ter uma vontade muito grande de continuar! Nas fases ruins, lembre-se das fases boas e nas fases boas, aproveite bastante…rs.

Hoje para comemorarmos, eu fiz uma jantinha especial aqui em casa, para nós e nossos dois filhos. Fiz Filet ao molho de vinho do Porto, batatas assadas a arroz a Piemontesa. De sobremesa, iria fazer suflê de doce de leite, mas confesso que fiquei com preguiça.

Ingredientes

1 Peça Filet mignon (aprox.. 1,2 Kg)
600 Ml Demi glace
250 Ml Vinho do porto
200 Gr Cebola pérola
1 Ramo Alecrim
Manteiga
Sal e pimenta do reino à gosto

Modo de Preparo

Em uma frigideira grande, aqueça uma colher de manteiga e sele o filet inteiro. O filet ficará cru, apenas dourado por fora. Tempere o filet com sal e pimenta do reino. Coloque em uma assadeira com o ramo de alecrim e as cebolas pérolas. Leve ao forno (pré-aquecido 200ºC) por cerca de 50 minutos. Na frigideira em que selou o filet, deglace com vinho do porto e deixe reduzir a metade. Adicione o demi glace, deixe reduzir por 10 minutos, corrija o sal e a pimenta. Retire o filet do forno, fatie e cubra com o molho e as cebolas.

Dicas

1-      Coloque na assadeira uma cabeça de alho desmontada.

2-      Demi glace – eu utilizo o da linha Chef da Nestlê. Você pode utilizar também caldo de carne ou fazer em casa.

Abraços.

Written by ovoodochef

março 24, 2011 at 12:39 am

Publicado em Receita

Tagged with , ,

As 10 Dicas para montar um prato de forma profissional!

with one comment

Bem já chegamos no dia 18 de março, e até agora só publiquei um post. Às vezes tenho vontade de me demitir….rs. Não tenho deixado de cozinhar, pesquisar ou qualquer outra coisa relacionada ao prazer de comer bem. A verdade é que acho tão pobre um blog sem fotos! Mas é mais pobre um blog com poucos posts, atualizado muito pouco. Domingo passado mesmo fiz um prato legal, mas esqueci de tirar a foto dele na hora. Fiz Schnitzel! Você não sabe que prato é este? Não? Sério? Nada mais, nada menos que em austríaco o nosso querido bife a milanesa! A diferença básica é que normalmente eles fazem com lombo de porco ou vitelo. Eu fiz com lombo de porco, acompanhado de batatinhas souté e arroz branco. Os meu queridos comensais domingueiros adoraram, ou seja, minha esposa, meus filhos, o meu pai e família da minha irmã que perdeu a boquinha na casa da sogra e veio se juntar a nós. Tenho muito material para publicar aqui, tenho uma dica de um lugarzinho muito legal aqui em Brasília, pronto há quase 30 dias, esperando as fotos para publicar o post.

Hoje vou postar aqui 10 dicas para você poder impressionar os seus convivas. São dicas que peguei na Internet há alguns anos, mas infelizmente não peguei o autor, mas se algum dia ele por felicidade entrar aqui neste modesto blog, me escreva que lhe darei os devidos créditos. Outra coisa, não tive coragem de mudar o nome deste blog…rs ( para quem não sabe do que estou falando, é porque não leu o post anterior).

Se você gosta de cozinhar e de surpreender as pessoas, estas dicas vão te ajudar na hora de montar um belo prato, como se fosse montado por um Chef, anota aí:

1 Primeiro plano Destaque o ingrediente principal, deixando-o mais alto.
2 Composições de cores Escolha acompanhamentos que não sejam do mesmo tom do ingrediente principal, abuse das cores.
3 Enquadrar Deixe as bordas livres.
4 Simplicidade e bom senso Montar um prato com sofisticação significa não abusar de enfeites, firulas, rosas de tomate, leques cítricos, alimentos se equilibrando uns sobre os outros, pelo amor de Deus!!! Pratos que parecem ser projetados com compasso, pinça e régua é estranho, faça com capricho, porém deixe com aspecto natural. Não exagere como alguns que eu vejo por aí!!
5 Ervas Decore com ervas frescas que combinem com o ingrediente principal (ou seja, não enfeite um filé com endro!!!), esqueça dos ramos de salsa, é muito pobre! A não ser que seja salsa crespa….rs.
6 Pontilhismo Use ciboullete bem picada e faça uma linha em um ponto estratégico no prato, se necessário!
7 Simetria Corte legumes de maneira regular e varie as formas de arrumá-los no prato.
8 Molho riscado Coloque o molho em bisnagas e pincele alguns pontos do prato.
9 Ingredientes frescos de qualidades e bem cortados/fatiados
10 Poucos elementos Ou seja, não é necessário usar todas essa dicas em um mesmo prato. Cozinhar e servir é uma arte!!!

Agora que você já aprendeu mais um pouquinho, inté!

Written by ovoodochef

março 18, 2011 at 1:13 am

Publicado em Dica

Buffalo-Style Wings, Wild Wings, frango frito crocante ou “Brunão Surfistão do fogão”

with 2 comments

Este fim de semana, fui ver o filme “Bruna Surfistinha”, tirando a Debora Secco que estava em alguns momentos fantástica (fisicamente falando, enquanto atriz achei a atuação dela e da Drica Moraes, como cafetina, fantásticas o tempo todo), não gostei muito do filme em si. Apesar de ser baseado na história real da Raquel (o nome verdadeiro da Bruna), e até por ter sido escrito por ela mesma, em muitos momentos mostrou um lado glamouroso que pode levar algumas meninas meio perdidas a se aventurar nesta profissão. Teve um ponto também que me deixou um pouco frustrado….rs. Ela conseguia ter 10.000 acessos diários no seu blog! Eu, em um pouco mais de 6 meses, tive somente um pouco mais de 3.000 acessos. O que ela tem que eu não tenho!…..rs. Tudo bem, eu sei, não precisa responder! Sexo vende mais que qualquer coisa…..rs. Será que se eu mudar o nome deste singelo blog para “Brunão surfistão do fogão”, conseguirei ter 10.000 acessos diários?…..rs

Falando do que realmente interessa aqui, eu estava com desejo de comer um franguinho frito bem crocante há alguns dias, aquele meio KFC (Kentucky Fried Chicken). Como ontem cheguei e a nossa secretária não tinha ainda colocado as carnes que não fiz no churrasco de domingo, para congelar, voila, peguei as coxinhas da asa e mãos à obra.

Ingredientes

15 unidade Coxinha da asa
1 Xícara Farinha de trigo
200 Ml Creme de leite fresco
A gosto sal
A gosto Pimenta do reino moída na hora
A gosto Pimenta cayena
A gosto Chili em pó
A gosto Alho em flocos
a gosto Cebola em flocos
2 colher sopa Sake
1 Litro Óleo de canola ou soja

Modo de preparo

Este prato é muito simples de fazer, eu sei que quando colocamos “a gosto” é uma puta sacanagem para quem ainda não domina as artes gastronômicas, mas não se preocupe. Se você quiser mais light, coloque uma pitada, se quiser mais “hot”, aumenta a quantidade das pimentas…rs. Você vai precisar de 3 potes (bowls), 1 para temperar e deixar o frango marinar um pouco, um para o creme de leite e um para a farinha. O ideal é você utilizar uma fritadeira elétrica, mas como nem todo o mundo tem, use uma frigideira funda.  Pré-aqueça o óleo a cerca de 180ºC. Para você que está utilizando uma frigideira, teste a temperatura colocando um galhinho de salsinha no óleo quente, se estourar é porque a temperatura está boa. Coloque no frango, o sake, sal, pimenta do reino, pimenta cayena, chili em pó, cebola e alho em flocos. Uma coisa que você não pode ter medo é de melecar a mão, então as lave bem e esfregue o frango aos temperos. Quando você achar que já misturou o suficiente, lamba os dedos e teste o tempero. Se tiver light de mais, coloque mais um pouco. É verdade, vá colocando aos poucos, pois deste modo você sempre vai poder colocar um pouquinho mais. Mas se colocar demais, não tem como retirar! Tempere o creme de leite e a farinha também. Bem, se o óleo já está na temperatura ideal, pegue uma coxinha de cada vez, passe no creme de leite e na farinha, quando tiver umas quatro prontas, coloque delicadamente no óleo. Deixe de 8 a 10 minutos para a coxinha ficar bem frita.

Abração do Surfistão!

Written by ovoodochef

março 1, 2011 at 10:17 pm

Publicado em Receita

Tagged with ,