O vôo do chef

Blog gastronômico

Chin-Chin para vocês…

with 3 comments

“Hoje é sexta-feira, dia da cerveja….”. Bem a música eu acredito que seja alguma coisa assim. Eu fico impressionado como ficamos felizes com a chegada da sexta-feira, mesmo que tenhamos ainda que trabalhar o dia inteiro, deve ser a proximidade do sábado, de normalmente podermos sair à noite sem ter que se preocupar em acordar cedo no dia seguinte. É a noite do happy hour, da balada, do brinde! Brinde, você sabe o por que do brinde?

Andei pesquisando sobre a origem do brinde e encontrei várias histórias ou estórias. Quem vai saber o que é verdade ou lenda, não vivia naquela época. Vou colocar o que levantei e você escolhe qual é a mais interessante. De qualquer forma dá um bom papo enquanto brindamos aos amigos, amores, à vida, bebendo o líquido preferido de cada um.

Uma é que o brinde teria se originado na Antigüidade durante os acordos de paz entre impérios belingerantes. O mediador do acordo deveria se levantar, proclamar sua conclusão e tomar o primeiro gole da bebida (normalmente vinho, a mais mística das bebidas) para mostrar que ela não estava envenenada e demonstrar, assim, a boa vontade entre as partes.

Outra estória é de que o brinde , teve sua origem no século IV a.C., porém era realizado por uma razão bem diferente da atual. Na Roma antiga, os monarcas e nobres quando desejavam assassinar alguém envenenavam suas taças. Assim, durante os banquetes os anfitriões para mostrar aos convidados sua segurança e confiança de que o vinho não estava envenenado, chocavam fortemente suas taças com seus convidados, o que fazia que o líquido de uma taça passasse para a outra.

Celtas e gauleses brindavam à saúde dos amigos ou ao êxito dos combates, por exemplo, punham a circular um vaso cheio de vinho, de mão em mão, bebendo-se à pessoa que se queria honrar. Cada conviva dizia, olhando-a: “a ti bebo”.

O ato do brinde com toque de copos nasceu, segundo Alfredo Saramago, em seu livro O Vinho do Porto na Cozinha, em uma época na qual se utilizavam recipientes de metal ou vidro fosco que não transpareciam a quantidade de vinho servida. “Para que não houvesse enganos, durante as saúdes os copos deviam tocar-se para os dois oficiantes da saúde saberem que o copo que tocavam estava tão cheio como o seu. Tratava-se de uma oferenda e ao mesmo tempo de um gesto de delicadeza, para que ninguém ficasse mal servido”. Também se elevava, como ainda hoje, o copo à altura do coração, ou da fronte, para imprimir mais intensidade ao bonito gesto do brinde.

Existe uma outra versão, esta mais poética, para o ato de tilintar as taças ao se brindar. Dionísio, o deus grego do vinho e da fertilidade, teria iniciado a prática de fazer o som percutindo as taças umas nas outras para tornar completa a experiência sensorial da degustação do vinho. Esta, até então, só evocava quatro dos cinco sentidos: visão, olfato, tato (na boca) e paladar. A audição estava ausente.

O primeiro registro da palavra “brinde” na língua portuguesa data de 1651, no livro História Universal dos Impérios, Monarchias, Reyno & Províncias do Mundo, do padre Manoel dos Anjos. Sua origem etimológica seria alemã, vindo da expressão:  “ich bring dir’s”, algo como “bebo por ti”. Algumas fontes atribuem, ainda, a origem dessa palavra à cidade de Brindisi, bem no sul da Itália.

Apesar de sua origem ancestral, o ato de brindar só se popularizou no século XVI, quando começou a virar moda na Inglaterra. Em inglês, a tradução de brinde é “toast” (torrada), e deriva do costume de colocar pão torrado num cálice para lhe dar sabor de vinho. Quando se bebia à saúde de alguém, era preciso esgotar o cálice para chegar na torrada embebida.

O brinde é um hábito universal e uma das mais antigas tradições no mundo. O brinde acompanha os acontecimentos mais importantes na vida das pessoas. O mais clássico é se brindar com champagne, a bebida preferida de Napoleão Bonaparte que sempre comemorava uma vitória brindando com seus soldados.

E em quais ocasiões podemos brindar? Podemos brindar em inúmeros momentos: aniversários, casamentos, noivados, conquistas alcançadas, empregos novos, vitórias de nossos times, em viagens ou simplesmente quando queremos brindar à vida.

Geralmente se faz um brinde erguendo uma taça de champagne e com a presença, se for o caso, dos convidados principais ou de alguma pessoa homenageada. Sugere-se, antes de fazer o brinde, dizer o motivo pelo qual se está brindando. Pode-se também deixar que as taças se toquem levemente e pronunciar o famoso “tim-tim”. Nesse momento é imprescindível que se tome pelo menos um gole da bebida.

E por falar em tim-tim, eu falo chin-chin para vocês. O nosso tim-tim é proveniente da China, onde se fala chin-chin. A palavra chin significa felicidade e sua repetição, para o chinês, significa MUITO! Então muitas felicidades para vocês!

Já que falamos como se brinda na China, vamos dar uma voltinha no mundo e saber como eles brindam? Na França, A votre santé! Na Espanha, Salud! Na Inglaterra, Cheers! Na Alemanha, Prosit (informalmente) e Zum Wohl (formalmente). Na Holanda, Proost! Na Itália, Salute! Na Rússia, Za vasheh! ou Nazdorôvia!(felicidade!). Em Hebraico, Leh hayim! (à vida!). Em grego, Is ihien! Em árabe, Fi sahad tak! Em gaélico, Slainte! (Viva!). No Japão e Coréia, Kan pei! (significa copo vazio). Na Noruega, Skol! Na Finlândia, Maljanne! Na China, Chin-Chin.

Bem, Chin-Chin para vocês, mas nunca esqueça….

Fonte: colunistas.portalradar.com.br/post/A-Historia-do-Brinde.aspx e www.sbav.com.br/novo2004/artigos/artigos/brinde.php

Written by ovoodochef

agosto 20, 2010 às 12:15 am

Publicado em Curiosidade

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. O seu blog está maravilhoso, parabéns pelo esforço… te amo.

    Ana Cristina Barros

    agosto 20, 2010 at 11:14 pm

  2. […] Chin-Chin para vocês… agosto, 2010 1 comentário 4 […]

  3. Tim-tim! Feliz 2012, Armando! E sucesso no teu blog, cada vez mais interessante!

    Marcos Santos

    dezembro 31, 2011 at 5:13 am


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: